SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 issue2Diapause and different seasonal morphs of Euschistus heros (Fabr.) (Hemiptera: Pentatomidae) in Northern Paraná StatePhyllocnistis citrella stainton (Lepidoptera: Gracillariidae): rearing technique and biology at different temperatures author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Anais da Sociedade Entomológica do Brasil

Print version ISSN 0301-8059On-line version ISSN 1981-5328

Abstract

MOURAO, Ana P. M.  and  PANIZZI, Antônio R.. Estágios ninfais fotossensíveis à indução da diapausa em Euschistus heros (Fabr.) (Hemiptera: Pentatomidae). An. Soc. Entomol. Bras. [online]. 2000, vol.29, n.2, pp.219-225. ISSN 0301-8059.  http://dx.doi.org/10.1590/S0301-80592000000200003.

Foram desenvolvidos estudos em laboratório com o percevejo-marrom Euschistus heros (Fabr.) para se determinar o estágio fotossensível à indução da diapausa. Utilizaram-se duas combinações de fotoperíodo 10L: 14E e 14L: 10E mantendo-se constante a temperatura em 25 ± 1ºC e a umidade relativa em 65 ± 5%. Fases distintas do desenvolvimento dos insetos foram submetidas às combinações fotoperiódicas, com os seguintes tratamentos: T1 = 10L: 14E (ovo-adulto); T2 = 14L: 10E (ovo) e 10L: 14E (1º ínstar-adulto); T3 = 14L: 10E (ovo-1º ínstar) e 10L: 14E (2º ínstar-adulto); T4 = 14L: 10E (ovo-2º ínstar) e 10L: 14E (3º ínstar-adulto); T5 = 14L: 10E (ovo-3º ínstar) e 10L: 14E (4º ínstar-adulto); e T6 = 14L: 10E (ovo-4º ínstar) e 10L: 14E (5º ínstar-adulto). Sob fotoperíodo de dias curtos, de ovo a adulto (T1), o tempo de incubação dos ovos foi maior (6,1 dias) do que o observado nos demais tratamentos (5,3 a 5,6 dias). O tempo total de desenvolvimento foi maior (35,5 dias) para insetos submetidos a fotoperíodo de dias curtos, a partir do ovo (T1), do 1º ínstar (T2), do 2º ínstar (T3) ou do 4º ínstar (T4), do que para os insetos sob fotoperíodo de dias curtos a partir do 4º (T5) ou 5º ínstar (T6; cerca de 32,0 dias). A mortalidade total foi maior (56,7%) para os insetos que permaneceram sob fotoperíodo de dias curtos, de ovo a adulto (T1), do que para aqueles nos demais tratamentos (26,7 a 45,0%). Insetos submetidos ao fotoperíodo de dias curtos, a partir do ovo (T1), 1º ínstar (T2), 2º ínstar (T3) ou 3º ínstar (T4) apresentaram de 84,8% a 100% dos indivíduos em diapausa. A partir do tratamento com fotoperíodo longo, até o 3º ínstar (T5), não ocorreu mais diapausa. Esses resultados demonstram que a fotossensibilidade de E. heros inicia-se nos primeiros estágios de desenvolvimento, e que se acentua a partir do 3º ínstar.

Keywords : Insecta; percevejo-marrom; diapausa; fotossensibilidade; soja.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License