SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue1Why are the subfamily relationships of Triatominae (Hemiptera: Reduviidae) important?Biological cycle of Rhodnius robustus Larrousse 1927 feeding with human blood in laboratory conditions author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Entomología y Vectores

Print version ISSN 0328-0381

Abstract

NASCIMENTO, Edleuza Maria Ferreira do et al. Miíases humanas por Cochliomyia Hominivorax (Coquerel, 1858) (Diptera, Calliphoridae) em hospitais públicos na cidade do Recife, Pernambuco, Brasil. Entomol. vectores [online]. 2005, vol.12, n.1, pp. 37-51. ISSN 0328-0381.  http://dx.doi.org/10.1590/S0328-03812005000100003.

A ocorrência de miíases humanas causadas pelas larvas de Cochliomyia hominivorax foi registrada pela primeira vez em Recife, Estado de Pernambuco, Brasil. No período de novembro de 1999 a outubro de 2002 foram registrados, em três hospitais da rede pública, 24 casos de miíases em pacientes de ambos os sexos, com idade variando de 08 a 93 anos. As miíases diagnosticadas foram classificadas em cutâneas, orais, anais, auriculares e oculares, sendo os membros inferiores acometidos com maior freqüência (10/24) (41,7%). Em todos os casos, as miíases se desenvolveram em lesões pré-existentes, resultantes de: escoriações de natureza variada (10/24) (41,7%); lesões de origem não identificada (05/24) (20,8%); doenças do sistema circulatório (03/24) (12,5%); neoplasias (02/24) (8,3%); conjuntivite, otite, dermatite e ferida cirúrgica (01/24) (4,2%). Os fatores predisponentes às míiases foram debilidade física e mental, desidratação, higiene corporal inadequada, diabetes, desnutrição, elefantíase, esquizofrenia, alcoolismo, anemia, infestação por piolhos e, fundamentalmente, feridas acidentais.

Keywords : Miíase humana; Cochliomyia hominivorax; Calliphoridae; Pernambuco.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese