SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.77 issue5Clinical aspects of epidermodysplasia verruciformisStudy of pH variation on the skin using cosmetic formulation s with and without vitamins A, E or ceramide: by a non-invasive method author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Anais Brasileiros de Dermatologia

On-line version ISSN 1806-4841

Abstract

SAMPAIO, Raimunda Nonata Ribeiro et al. Estudo comparativo de técnicas de demonstração de amastigotas e isolamento de promastigotas no diagnóstico da leishmaniose tegumentar americana. An. Bras. Dermatol. [online]. 2002, vol.77, n.5, pp. 557-561. ISSN 1806-4841.  http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962002000500005.

FUNDAMENTOS: O PCR tem alta sensibilidade no diagnóstico da LTA, mas é caro e distante da prática. A cultura e o esfregaço são práticos, mas pouco sensíveis. OBJETIVO: O objetivo deste trabalho foi comparar os dois últimos métodos, buscando maior sensibilidade e menor custo. MÉTODOS:Foram comparados três meios de cultura no isolamento de leishmânia: Difco agar sangue + Schneider + soro bovino fetal (20%); Difco agar sangue + Schneider + urina humana (2%); Schneider + urina humana (2%). Foram comparadas, também, duas técnicas de pesquisa de amastigotas: esfregaço realizado com biópsia, ou raspado através de palito (matchstick). RESULTADOS: Os índices de positividade e contaminação (29 a 33% e 8 a 11%, respectivamente, p>0.05) foram semelhantes na comparação dos cultivos. Os esfregaços com biópsia, ou palito também não tiveram diferenças significativas (14 e 19%, respectivamente, p> 0,05). A Leishmania (Viannia) braziliensis predominou. CONCLUSÃO: No Brasil, a urina pode substituir o soro fetal bovino. Há vantagem na relação custo/benefício. A urina não tem custo enquanto 500ml de soro bovino fetal custa 185 dólares.

Keywords : Diagnóstico; Leishmania braziliensis; Leishmaniose cutânea.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese