SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.80 suppl.3Manifestations of reactional tuberculoid pattern in borderline leprosy: comparative, histochemical and immunohistochemical study, in skin biopsies, between type 1 reactions ocurred before and during multidrugtherapyClinical and epidemiological profile of patients diagnosed with leprosy in a reference center in the notheast of Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Anais Brasileiros de Dermatologia

On-line version ISSN 1806-4841

Abstract

PONCHET, Maria Raquel Nogueira C.; VILELA, Maria Apparecida C.; SINAHARA, Karen Krist Suni  and  DOTTO, Patrícia de Freitas. Avaliação dos efeitos adversos desencadeados pelo uso de difosfato de cloroquina, com ênfase na retinotoxicidade, em 350 doentes com lúpus eritematoso. An. Bras. Dermatol. [online]. 2005, vol.80, suppl.3, pp. S275-S282. ISSN 1806-4841.  http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962005001000003.

FUNDAMENTOS: A ocorrência de retinopatia pela cloroquina vem diminuindo em todo o mundo, com poucos estudos brasileiros sobre o problema. OBJETIVOS: Compreender melhor a fisiopatologia das reações tipo 1. MÉTODOS: Foram revisados os prontuários e analisadas a relação entre efeitos adversos e a dose diária/peso; a idade e o diagnóstico clínico; e a peridiocidade do controle oftalmológico. RESULTADOS: 35,7% de efeitos adversos: alterações oculares (17,4%): pigmentação retiniana sugestiva de retinopatia antimalárica (12%), depósitos corneanos (3,1%), cefaléia (2,9%) e sintomas visuais agudos (2,3%), gastrointestinais (10%), dermatológicos (3,4%), neuromusculares (1,7%) e psiquiátricos (0,3%). Retinopatia antimalárica confirmada (2,6%). Não houve associação estatisticamente significativa entre a ocorrência de efeitos adversos e alterações retinianas com a dose diária por peso nem com o tipo clínico de lúpus eritematoso. Alterações retinianas foram estatisticamente significativas (p=0.004) nos pacientes acima de 50 anos. Controle oftalmológico com intervalo médio de 10,5 meses. CONCLUSÕES: A retinopatia antimalárica ocorreu em 2,6% dos pacientes. O controle oftalmológico exigiu maior cuidado nos pacientes acima de 50 anos pela dificuldade entre a diferenciação das alterações iniciais da retinopatia antimalárica e da degeneração macular senil.

Keywords : Cloroquina [efeitos adversos]; Degeneração macular [induzido quimicamente]; Lupus eritematoso cutâneo [terapia].

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese