SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.81 issue2Evaluation of arterial circulation using the ankle/brachial blood pressure index in patients with chronic venous ulcersCoping strategies and stress levels in patients with psoriasis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Anais Brasileiros de Dermatologia

On-line version ISSN 1806-4841

Abstract

MANTESE, Sônia Antunes Oliveira; BERBERT, Alceu Luiz Camargo V.; GOMIDES, Mabel Duarte Alves  and  ROCHA, Ademir. Carcinoma basocelular - Análise de 300 casos observados em Uberlândia - MG. An. Bras. Dermatol. [online]. 2006, vol.81, n.2, pp. 136-142. ISSN 1806-4841.  http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962006000200004.

FUNDAMENTO: O carcinoma basocelular é o câncer da pele mais comum, compreendendo 75% dos tumores epiteliais malignos. Localiza-se na face e acomete indivíduos brancos, acima de 40 anos de idade, com história de exposição repetitiva à luz solar. OBJETIVO: Descrever o carcinoma basocelular em suas variáveis epidemiológica, clínica e histopatológica. CASUÍSTICA: Realizou-se estudo transversal de 300 pacientes com carcinoma basocelular atendidos no Serviço de Dermatologia do Hospital de Clínicas, no período de 1999 a 2003. Foram preenchidos protocolos com identificação do paciente, história de exposição solar e caracterização do carcinoma basocelular. RESULTADOS: Foram identificadas 447 lesões de carcinoma basocelular nos 300 pacientes estudados, cuja maioria era do sexo feminino (59,3%) e da raça branca (93%), com história de exposição solar (90,3%), apresentando lesão única (74%), predominantemente facial (77% das lesões). O tipo histopatológico mais freqüente foi o nodular (46,3% das lesões), com predomínio do superficial no tronco. CONCLUSÕES: Observou-se predomínio do carcinoma basocelular no sexo feminino, demonstrando a tendência atual desse tumor. A presença de vários tumores sucessivos ou simultâneos em um mesmo paciente salienta a importância de exames periódicos nesses doentes. Não se estabeleceu correlação entre os tipos clínicos e histopatológicos. Confirmou-se que o tipo superficial é mais freqüente no tronco.

Keywords : Carcinoma basocelular; Epidemiologia; Neoplasias cutâneas.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese