SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.82 número3Pesquisa de Mycobacterium leprae em biópsias de mucosa oral por meio da reação em cadeia da polimeraseLúpus eritematoso sistêmico bolhoso na infância: relato de caso índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Anais Brasileiros de Dermatologia

versão impressa ISSN 0365-0596versão On-line ISSN 1806-4841

Resumo

UE, Ana Paula Fusel de et al. Ginecomastia induzida por anti-histamínicos no tratamento da urticária crônica. An. Bras. Dermatol. [online]. 2007, vol.82, n.3, pp.253-256. ISSN 1806-4841.  http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962007000300007.

Os anti-histamínicos são drogas muito usadas na prática do dermatologista, sendo a primeira escolha no tratamento da urticária crônica. Os efeitos colaterais mais comuns são os relacionados ao sistema nervoso central. A ginecomastia é decorrente de várias causas, entre elas a indução por drogas. Apresenta-se caso de ginecomastia induzida por anti-histamínico H1,em paciente em tratamento de urticária crônica. A investigação laboratorial e radiológica descartou outras causas para a ginecomastia, que involuiu com a retirada da medicação. Objetiva-se discutir os efeitos colaterais dos anti-histamínicos e apresentar caso de ginecomastia induzida por drogas.

Palavras-chave : Antagonistas de histamina; Ginecomastia; Urticária.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons