SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.82 issue4A comparison of cutaneous melanoma cases diagnosed by different medical specialists author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Anais Brasileiros de Dermatologia

On-line version ISSN 1806-4841

Abstract

LUPI, Omar; CARNEIRO, Carlos Gustavo  and  COELHO, Ivo Castelo Branco. Manifestações mucocutâneas da dengue. An. Bras. Dermatol. [online]. 2007, vol.82, n.4, pp. 291-305. ISSN 1806-4841.  http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962007000400002.

Dengue é doença viral sistêmica que ocorre de forma epidêmica em áreas tropicais e subtropicais da Ásia, Américas e África. O vírus da dengue pertence ao gênero Flavivirus e à família Flaviviridae (arbovírus do grupo B). Aedes aegypti é o principal vetor e verdadeiro reservatório. A febre na dengue clássica persiste por período de dois a cinco dias com cefaléia intensa, mialgia, artralgia e dor retro-orbital. Alterações cutâneas incluem diversos achados como erupção morbiliforme que pode ser pruriginosa e que gera descamação residual, algumas manifestações hemorrágicas discretas como epistaxe, petéquias e sangramento gengival. Extravasamento capilar de plasma é responsável pela hemoconcentração e trombocitopenia observadas e que caracterizam a dengue hemorrágica. Manifestações cutâneas da dengue hemorrágica incluem lesões hemorrágicas disseminadas como petéquias e equimoses, mas também instabilidade hemodinâmica com pulso filiforme, pressão arterial convergente, extremidades frias, confusão mental e choque.

Keywords : Dengue; Dengue hemorrágica; Febres hemorrágicas virais.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese