SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.83 issue2Cutaneuos cryoglobulinemic vasculitis induced by chronic hepatitis C virus infectionDermatitis artefacta simulating necrotizing vasculitis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Anais Brasileiros de Dermatologia

On-line version ISSN 1806-4841

Abstract

AOKI, Valéria  and  THE COOPERATIVE GROUP ON FOGO SELVAGEM RESEARCH et al. Significado do epitope spreading na patogênese dos pênfigos vulgar e foliáceo. An. Bras. Dermatol. [online]. 2008, vol.83, n.2, pp. 157-161. ISSN 1806-4841.  http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962008000200010.

Os pênfigos são dermatoses bolhosas auto-imunes, em que há a produção de auto-anticorpos direcionados contra moléculas de adesão dos epitélios, levando à perda da coesão celular. A produção de auto-anticorpos ocorre quando os pacientes desenvolvem um desequilíbrio da resposta imune (quebra da tolerância imunológica), passando a reconhecer antígenos próprios. A resposta é geralmente direcionada contra um único epítopo alvo; entretanto, como conseqüência da resposta inflamatória do processo primário e do extenso dano tecidual ocasionado, pode haver exposição de componentes protéicos ocultos, levando à produção de diferentes auto-anticorpos. Assim, é possível que surja uma nova doença cutânea auto-imune, em decorrência do fenômeno intra ou intermolecular de epitope spreading. São revistos os principais conceitos desse fenômeno e sua ocorrência nas dermatoses bolhosas auto-imunes, com ênfase nos pênfigos, grupo de dermatoses bolhosas autoimunes mais prevalente no Brasil.

Keywords : Auto-imunidade; Desmogleínas; Epítopos; Pênfigo.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese