SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.83 número2Cutaneuos cryoglobulinemic vasculitis induced by chronic hepatitis C virus infectionDermatitis artefacta simulating necrotizing vasculitis índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Anais Brasileiros de Dermatologia

versión impresa ISSN 0365-0596versión On-line ISSN 1806-4841

Resumen

AOKI, Valéria  y  THE COOPERATIVE GROUP ON FOGO SELVAGEM RESEARCH et al. Significado do epitope spreading na patogênese dos pênfigos vulgar e foliáceo. An. Bras. Dermatol. [online]. 2008, vol.83, n.2, pp.157-161. ISSN 0365-0596.  http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962008000200010.

Os pênfigos são dermatoses bolhosas auto-imunes, em que há a produção de auto-anticorpos direcionados contra moléculas de adesão dos epitélios, levando à perda da coesão celular. A produção de auto-anticorpos ocorre quando os pacientes desenvolvem um desequilíbrio da resposta imune (quebra da tolerância imunológica), passando a reconhecer antígenos próprios. A resposta é geralmente direcionada contra um único epítopo alvo; entretanto, como conseqüência da resposta inflamatória do processo primário e do extenso dano tecidual ocasionado, pode haver exposição de componentes protéicos ocultos, levando à produção de diferentes auto-anticorpos. Assim, é possível que surja uma nova doença cutânea auto-imune, em decorrência do fenômeno intra ou intermolecular de epitope spreading. São revistos os principais conceitos desse fenômeno e sua ocorrência nas dermatoses bolhosas auto-imunes, com ênfase nos pênfigos, grupo de dermatoses bolhosas autoimunes mais prevalente no Brasil.

Palabras clave : Auto-imunidade; Desmogleínas; Epítopos; Pênfigo.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons