SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.83 issue6Erythroderma: a clinico-laboratorial and histopathological study of 170 casesRemission of multicentric reticulohistiocytosis with combined terapy witb infliximab author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Anais Brasileiros de Dermatologia

On-line version ISSN 1806-4841

Abstract

MARTINS, Mauricio. Laser Erbium: YAG no tratamento de nevos melanocíticos. An. Bras. Dermatol. [online]. 2008, vol.83, n.6, pp. 533-537. ISSN 1806-4841.  http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962008000600006.

FUNDAMENTOS - Os nevos melanocíticos adquiridos são observados em grande parte da população e o resultado da sua excisão, dependendo da localização, extensão e fatores inerentes ao paciente, pode ser insatisfatório. OBJETIVO - Avaliar o uso do laser Erbium: YAG no tratamento de nevos melanocíticos adquiridos MÉTODOS - Foram selecionados nove pacientes, seis homens e três mulheres, brancos, com idade entre 20 e 60 anos e desejo de remover um nevo melanocítico composto no tronco. Metade do nevo foi tratada com laser, e a outra metade foi utilizada como controle. Após um mês da aplicação, foram avaliados a cicatrização, o resultado estético e a persistência de células névicas e melanina. RESULTADOS - Houve rápida cicatrização e ótimo resultado estético, no entanto, o exame histopatológico demonstrou a permanência de células névicas e melanina em sete e em nove das amostras examinadas, respectivamente. CONCLUSÃO - A utilização do laser Erbium:YAG, com os parâmetros utilizados neste estudo, não foi capaz de destruir completamente as células névicas melanocíticas e a melanina, não sendo, portanto, recomendada para o tratamento dessas lesões, dada a possibilidade de transformação maligna futura.

Keywords : Lasers; Melanócitos; Nevo pigmentado.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese