SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.84 número2Prevalência do herpes-vírus humano tipo 1 em neoplasias cutâneas epiteliais malignasAbordagem nas doenças sexualmente transmissíveis índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Anais Brasileiros de Dermatologia

versão impressa ISSN 0365-0596versão On-line ISSN 1806-4841

Resumo

LUDWIG, Martha Wallig Brusius; OLIVEIRA, Margareth da Silva; MULLER, Marisa Campio  e  MORAES, João Feliz Duarte de. Qualidade de vida e localização da lesão em pacientes dermatológicos. An. Bras. Dermatol. [online]. 2009, vol.84, n.2, pp.143-150. ISSN 1806-4841.  http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962009000200007.

FUNDAMENTOS - O aspecto visível das lesões de pele e seu impacto psicológico interferem na qualidade de vida dos pacientes. OBJETIVOS - Avaliar qualidade de vida e localização da lesão dermatológica, verificar associação entre variáveis e comparar níveis de qualidade de vida em pacientes com lesões na face/ou mãos e pacientes somente com lesões em outras regiões do corpo que não face e/ou mãos. MÉTODO - Estudo transversal, descritivo, de ssociação. Foram avaliados 205 sujeitos através do Questionário Genérico de Qualidade de Vida- SF-36 "The Medical Outcomes Study 36-item Short-Form Health Survey" (SF-36) e do Dermatology Life quality Index, fichas de dados sócio-demográficos e de localização da lesão. RESULTADOS - Não foram observadas diferenças significativas na qualidade de vida entre os dois grupos, mas o número de associações entre SF-36 e DLQI-BRA foi superior no grupo com lesões em face e/ou mãos. Diferenças significativas foram verificadas quando da divisão em cinco grupos. A diferença significativa (p=0,05) foi entre o grupo com lesões somente em face e/ou mãos e o grupo com lesões generalizadas, sendo que este último teve posto médio de 114,06 contra 69,1935 do outro grupo. CONCLUSÕES - Independente da localização da lesão, o sentimento de exposição e os prejuízos a que fica sujeito o paciente dermatológico são semelhantes. As doenças da pele, ao que parece, provocam sentimento de exposição e constrangimento, independente do local do corpo acometido, pois na aproximação mais íntima de outra pessoa está implicada certa exposição.

Palavras-chave : Dermatologia; Psicologia; Qualidade de vida.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons