SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.85 issue2Cutaneous horn: a retrospective histopathological study of 222 casesPhotoexposure and risk factors for skin cancer: an evaluation of behaviors and knowledge among university students author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Anais Brasileiros de Dermatologia

Print version ISSN 0365-0596

Abstract

SANTOS, Itamar; MELLO, Roberto José Vieira de; SANTOS, Itamar Belo dos  and  SANTOS, Reginaldo Alves dos. Estudo quantitativo das células de Langerhans em carcinomas basocelulares com maior e menor potencial de agressividade local. An. Bras. Dermatol. [online]. 2010, vol.85, n.2, pp. 165-171. ISSN 0365-0596.  http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962010000200006.

FUNDAMENTOS - O carcinoma basocelular localiza-se principalmente em áreas expostas ao sol, apresentando formas clínicas e histológicas diferentes, algumas com grande e outras com pequena agressividade local. Células de Langerhans participam ativamente do sistema imune da pele. OBJETIVO - Avaliar quantitativamente as células de Langerhans sobrepostas aos carcinomas basocelulares de maior e menor potencial de agressividade local, assim como nas respectivas epidermes sãs adjacentes. MÉTODOS - Dois grupos com 14 preparações histológicas cada. No primeiro, carcinoma basocelular de menor potencial de agressividade local e, no segundo, carcinoma basocelular de maior potencial. Empregou-se a imunoistoquímica com proteína S100 para identificação das células de Langerhans. Utilizando microscópio óptico em aumento de 400 vezes e a grade morfométrica de Weibel, foram contadas as células de Langerhans presentes em sete campos, obtendo-se a média em cada lâmina. Foi utilizado teste estatístico de Wilcoxon para análise estatística. RESULTADOS - No grupo de menor potencial de agressividade local, na epiderme sã adjacente houve aumento significativo no número de células de Langerhans comparado ao da epiderme sobreposta ao carcinoma basocelular (p d 0,05). No grupo de maior potencial de agressividade local, não houve diferença com significado estatístico (p > 0,05). CONCLUSÃO - O maior número de células de Langerhans na epiderme sã vizinha à lesão tumoral de menor potencial de agressividade local poderia representar uma maior resistência imunológica da epiderme, limitando a agressividade da neoplasia.

Keywords : Carcinoma Basocelular; Células de Langerhans; Imunidade; Imunoistoquímica; Oncologia.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese