SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.86 issue3Advances in the treatment of cutaneous leishmaniasis in the new world in the last ten years: a systematic literature reviewImmunology of paracoccidioidomycosis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Anais Brasileiros de Dermatologia

Print version ISSN 0365-0596

Abstract

SCHALKA, Sergio  and  REIS, Vitor Manoel Silva dos. Fator de proteção solar: significado e controvérsias. An. Bras. Dermatol. [online]. 2011, vol.86, n.3, pp. 507-515. ISSN 0365-0596.  http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962011000300013.

O Fator de Proteção Solar (FPS) é o principal dado para quantificação da eficácia fotoprotetora de um filtro solar, sendo universalmente aceito. Seu método é baseado na determinação da Dose Eritematosa Mínima (DEM), definida como sendo a menor quantidade de energia necessária para o desencadeamento de eritema, em áreas de pele protegidas e não protegidas pelo produto em estudo. O valor do FPS é, então, calculado como a razão numérica entre a DEM da pele protegida e a da pele não protegida. A primeira publicação demonstrando um método para determinação do valor do FPS foi apresentada em 1978 pela agência norte-americana FDA, seguida por outras publicações do próprio FDA e de outras agências regulatórias internacionais. Apesar de ser considerado o método referência para quantificação da eficácia fotoprotetora de produtos tópicos, existem controvérsias na literatura acerca do método para determinação do FPS e sobre as implicações das reais condições de uso na proteção atingida na prática pelos usuários

Keywords : Dermatologia; Queimadura solar; Protetores de raios solares.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese