SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.87 issue3Photodynamic therapy in actinic cheilitis: clinical and anatomopathological evaluation of 19 patientsDrug reaction with Eosinophilia and Systemic Symptoms (DRESS) / Drug-induced Hypersensitivity Syndrome (DIHS): a review of current concepts author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Anais Brasileiros de Dermatologia

Print version ISSN 0365-0596

Abstract

SCHMITT, Juliano Vilaverde  and  MIOT, Hélio Amante. Queratoses actínicas: revisão clínica e epidemiológica. An. Bras. Dermatol. [online]. 2012, vol.87, n.3, pp. 425-434. ISSN 0365-0596.  http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962012000300012.

Queratoses actínicas são neoplasias benignas intraepiteliais formadas por proliferações atípicas de queratinócitos com potencial de transformação em carcinoma espinocelular. Desenvolvem-se em áreas fotoexpostas da pele, são induzidas principalmente pela radiação ultravioleta e constituem marcadores de exposição solar crônica. Acometem indivíduos adultos e idosos, de fototipos claros, representando o quarto diagnóstico dermatológico mais comum no Brasil. Danos nas vias de apoptose do epitélio fotoexposto favorecem a proliferação celular e manutenção das lesões. Nesta revisão os autores reúnem os principais dados epidemiológicos sobre a doença e defendem que estratégias de identificação de fenótipos de risco, diagnóstico precoce, tratamento adequado, seguimento clínico, incentivo ao autoexame da pele, fotoeducação e fotoproteção devem ser promovidas, a fim de evitar a evolução das lesões, e também prevenir e diagnosticar neoplasias concomitantes também induzidas pela radiação solar.

Keywords : apoptose; carcinoma de células escamosas; ceratose actínica; epidemiologia; raios ultravioleta.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English