SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.87 número4Bolhas do coma pós-intoxicação por depressores do sistema nervoso central: relato de caso incluindo achados histopatológicosÚlcera de Lipschütz (ulcus vulvae acutum): uma causa rara de lesão genital índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Anais Brasileiros de Dermatologia

versão impressa ISSN 0365-0596

Resumo

ABUABARA, Allan; SCHRAMM, Celso Alfredo; ZIELAK, João César  e  BARATTO-FILHO, Flares. Infecção dentária simulando uma lesão de pele. An. Bras. Dermatol. [online]. 2012, vol.87, n.4, pp.619-621. ISSN 0365-0596.  http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962012000400017.

A fístula orocutânea de origem dentária é uma condição incomum, bem documentada e geralmente requer tratamento de urgência. Esta condição pode ser confundida por médicos e dentistas com lesões ósseas, de pele, nas glândulas salivares, osteomielite, granuloma piogênico, cisto infectado, infecção fúngica, entre outras. Um caso de fístula facial que foi inicialmente diagnosticado por um médico como uma lesão não-odontogênica é apresentado e discutido. O tratamento de escolha foi a endodontia do dente envolvido, sem necessidade de cirurgia. A possibilidade de infecção dentária deve ser considerada em casos de fístula cutânea na região orofacial. O diagnóstico precoce e tratamento imediato podem minimizar o desconforto do paciente e problemas estéticos, além de reduzir a possibilidade de outras complicações, como osteomielite e sepse.

Palavras-chave : Dermatopatias; Endodontia; Fistula; Fístula cutânea; Infecção focal dentária.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons