SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.88 número1Necrólise epidérmica tóxica induzida pelo lansoprazolBiópsia cutânea de lesão pigmentada guiada pela dermatoscopia - Relato de caso índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Anais Brasileiros de Dermatologia

versão impressa ISSN 0365-0596

Resumo

JAIME, Thais Jerez et al. Endometriose umbilical: relato de um caso e seus achados dermatoscópicos. An. Bras. Dermatol. [online]. 2013, vol.88, n.1, pp.121-124. ISSN 0365-0596.  http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962013000100019.

A endometriose cutânea é forma rara de endometriose, representando de 0,5% a 1% de todos os casos da doença. Pode ser dividida em forma primária, de surgimento espontâneo, ou secundária, após procedimentos cirúrgicos aonde geralmente encontra-se sobre a cicatriz cirúrgica. Diversas etiologias foram propostas, porém, nenhuma capaz de explicar inteiramente seu aparecimento. Diagnósticos diferenciais incluem melanoma, nódulos metastáticos, quelóide e granuloma piogênico. A dermatoscopia da lesão ainda não foi bem estabelecida, mas existem alguns achados que podem sugerir o diagnóstico. O tratamento é cirúrgico nos casos de lesões maiores e o screening para endometriose é mandatório através de avaliação ginecológica, de imagem e marcador tumoral. Relatamos um caso de endometriose cutânea primária e discutimos seus aspectos dermatoscópicos.

Palavras-chave : Dermoscopia; Endometriose; Melanoma; Quelóide.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )