SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.52 issue323Corrosion resistance of metal powders in high-carbon containing castablesDevelopment of SnO2-based varistors for high voltage application author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Cerâmica

Print version ISSN 0366-6913

Abstract

FERRAZ, W. B.  and  SABIONI, A. C. S.. Difusão do gadolínio no combustível nuclear UO2. Cerâmica [online]. 2006, vol.52, n.323, pp. 143-148. ISSN 0366-6913.  http://dx.doi.org/10.1590/S0366-69132006000300006.

Coeficientes de difusão do gadolínio foram medidos em volume e em contornos de grão de pastilhas do combustível nuclear UO2. Entre 1505 e 1703 ºC, em atmosfera de hidrogênio, o coeficiente de difusão em volume pode ser descrito pela seguinte equação de Arrhenius: D (cm2/s) = 5,3x10-3 exp (-5,1(eV)/kT). Na mesma faixa de temperaturas e na mesma atmosfera, o coeficiente de difusão do gadolínio em contornos de grão do UO2 pode ser descrito pela expressão: D' d (cm3 / s) = 1,1x1,0-2 exp (-6,3 (eV) / kT), onde D´ é o coeficiente de difusão em contornos de grão e d é a largura do contorno de grão. Nossos resultados mostram que a difusão em contornos de grão é cerca de quatro ordens de grandeza maior do que a difusão em volume nas mesmas condições experimentais. Para os diferentes isótopos do gadolínio utilizados nas experiências não foi observado efeito isotópico para a difusão do gadolínio no UO2. Não há na literatura dados sobre a difusão do gadolínio no UO2 para comparação com os resultados obtidos neste trabalho.

Keywords : combustível nuclear; Gd; UO2; difusão em volume; difusão em contornos de grão.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese