SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.55 número336Estudo da adsorção do surfatante catiônico brometo de cetiltrimetil amônio em diferentes matrizes inorgânicas preparadas via nióbio metálicoObtenção de um revestimento compósito de poliéster-uretana reforçado com alumina pela técnica de deposição por imersão sobre fibras de poliamida 6 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Cerâmica

versão impressa ISSN 0366-6913

Resumo

MANHAES, J. P. V. T.; MOREIRA, J. M. S.  e  HOLANDA, J. N. F.. Variação microestrutural de cerâmica vermelha incorporada com resíduo de rocha ornamental. Cerâmica [online]. 2009, vol.55, n.336, pp. 371-378. ISSN 0366-6913.  http://dx.doi.org/10.1590/S0366-69132009000400006.

O setor de rochas ornamentais gera enormes quantidades de resíduos sólidos que necessitam ser descartados. Estes resíduos são geralmente descartados em rios, lagos e lixões, resultando em problemas econômicos e ambientais. Uma alternativa tecnológica viável tem sido a incorporação destes resíduos em massas argilosas para fabricação de cerâmica vermelha. No presente trabalho foi feito um estudo com o objetivo de avaliar a variação microestrutural durante o processo de queima de cerâmica vermelha contendo resíduo de rocha ornamental. Foi preparada uma série de peças cerâmicas contendo até 20% em peso de resíduo por prensagem uniaxial e queimadas em temperaturas entre 850 ºC e 1150 ºC. A variação microestrutural foi analisada usando microscopia óptica, microscopia eletrônica de varredura e difração de raios X. Os resultados mostraram que a microestrutura sinterizada de cerâmica vermelha é modificada tanto pela temperatura de queima, quanto pela incorporação do resíduo de rocha ornamental.

Palavras-chave : microestrutura; cerâmica vermelha; resíduo de rocha ornamental.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português