SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.57 issue341Alumina ceramics obtained by chemical synthesis using conventional and microwave sinteringThe mineralogical and fabric analysis of ancient pottery artifacts author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Cerâmica

Print version ISSN 0366-6913

Abstract

SOUSA, S. J. G.  and  HOLANDA, J. N. F.. Comportamento de compactação de massa de revestimento poroso base vermelha granulada a seco preparada com matérias-primas do estado do Rio de Janeiro. Cerâmica [online]. 2011, vol.57, n.341, pp. 50-55. ISSN 0366-6913.  http://dx.doi.org/10.1590/S0366-69132011000100007.

Este trabalho apresenta os resultados de um estudo sobre o comportamento de compactação de uma massa de revestimento cerâmico poroso base vermelha granulada pelo processo via seca. A massa cerâmica foi formulada usando matérias-primas do estado do Rio de Janeiro. As matérias-primas foram moídas a seco e em seguida microgranuladas usando um microgranulador de alta intensidade. O pó obtido foi caracterizado em termos de difração de raios X, composição química, análise de tamanho de grânulos e morfologia. O conteúdo de umidade do pó granulado (massa de umidade/massa seca) variou entre 0 e 10%. O pó granulado com diferentes conteúdos de umidade foi submetido a processo de compactação a frio usando a técnica de prensagem uniaxial com pressão de compactação máxima de 60 MPa. O comportamento de compactação do pó de revestimento poroso foi avaliado através de diagramas de resposta de compactação e taxa de compactação. A microestrutura dos compactos foi avaliada por microscopia eletrônica de varredura. Os resultados experimentais mostram que a densidade verde dos compactos se comporta como uma função do conteúdo de umidade. Os resultados também mostram que o processo de compactação é governado, na faixa de pressão aplicada, por dois mecanismos dominantes, incluindo rearranjo de grânulos e deformação plástica. A taxa de densificação é inicialmente alta, mas depois diminui rapidamente para pressões acima da pressão de escoamento aparente do pó (2,44 - 5,38 MPa). Além disso, a melhor eficiência de compactação do pó de revestimento poroso estudado é influenciada pelo conteúdo de umidade.

Keywords : revestimento poroso; compactação; via seca.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English