SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 issue6Henoch-Schönlein purpura in adults: a case series from a multidisciplinary study group author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Reumatologia

Print version ISSN 0482-5004

Abstract

KAKEHASI, Adriana Maria et al. Alterações tireoideanas no lúpus eritematoso sistêmico: um estudo em 100 pacientes brasileiros. Rev. Bras. Reumatol. [online]. 2006, vol.46, n.6, pp. 375-379. ISSN 0482-5004.  http://dx.doi.org/10.1590/S0482-50042006000600003.

INTRODUÇÃO: a associação entre alterações tireoideanas e o lúpus eritematoso sistêmico (LES) não está bem esclarecida. OBJETIVO: estudar a prevalência de disfunção tireoideana em 100 pacientes lúpicos brasileiros e avaliar uma possível relação com a atividade da doença. MÉTODOS: cem pacientes com LES foram avaliados em busca de alterações clínicas e laboratoriais relacionadas à função tireoideana. Para atividade do LES foi utilizada a escala Systemic Lupus Erythematosus Disease Activity Index (SLEDAI). RESULTADOS: 17 pacientes (17%) apresentaram alterações da função tireoideana que incluíram dez casos (10%) de hipotireoidismo subclínico, dois casos (2%) de hipertireoidismo subclínico, quatro pacientes (4%) com hipotireoidismo primário e um paciente com tiroxina sérica abaixo do normal. Em seis pacientes, os anticorpos contra tireóide foram positivos: quatro (4%) para antiperoxidase, um (1%) para antitireoglobulina e um (1%) para ambos. A atividade do LES não foi significantemente diferente entre os grupos com e sem alterações tireoideanas. CONCLUSÃO: esses resultados mostram que alterações tireoideanas são freqüentemente encontradas em pacientes lúpicos. Entretanto, não parece haver associação entre alterações tireoideanas e atividade clínica do LES.

Keywords : lúpus eritematoso sistêmico; auto-imunidade; tireoidite auto-imune; hipotireoidismo; hipertireoidismo.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English