SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.47 número2Influência da hipertrofia mamária na capacidade funcional das mulheresVacinação em pacientes imunossuprimidos e com doenças reumatológicas auto-imunes índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Reumatologia

versão impressa ISSN 0482-5004versão On-line ISSN 1809-4570

Resumo

RIBEIRO, Luiz Severiano et al. Fibromialgia e infecção crônica pelo vírus da hepatite C: ausência de associação em duas amostras. Rev. Bras. Reumatol. [online]. 2007, vol.47, n.2, pp.97-105. ISSN 1809-4570.  https://doi.org/10.1590/S0482-50042007000200004.

OBJETIVO: avaliar a possível associação entre fibromialgia e infecção crônica pelo vírus da hepatite C (VHC). MÉTODOS: estudo transversal com 186 pacientes fibromiálgicas e 55 pacientes com diagnóstico de doenças difusas do tecido conjuntivo (DDTC) não-fibromiálgicas, e em 33 pacientes com infecção crônica pelo VHC e 34 controles sem doenças infecciosas relacionadas ao fígado, todas do sexo feminino e de idade igual ou superior a 18 anos. A fibromialgia foi diagnosticada segundo os critérios classificatórios do American College of Rheumatology (ACR) de 1990. Infecção crônica pelo VHC foi definida pela presença do RNA do vírus por meio da reação em cadeia da polimerase (PCR). As demais variáveis consideradas para as manifestações extra-hepáticas associadas à infecção crônica compreenderam: fadiga, parestesias, fenômeno de Raynaud, sintomas de boca e/ou olhos secos, depressão e presença de títulos detectáveis de anticorpos antitireoidianos. RESULTADOS: a infecção crônica pelo VHC foi detectada em três pacientes (1,6%) do grupo fibromiálgico e em nenhuma das pacientes com o diagnóstico de DDTC (p = 0,39). A dor musculoesquelética crônica disseminada foi mais prevalente no grupo de pacientes infectadas pelo VHC (45,5%) do que no grupo-controle (26,5%), mas não foi detectada associação entre fibromialgia e infecção crônica pelo VHC (OR = 1,39; IC 95% = 0,43-4,57). Dentre as manifestações extra-hepáticas, apenas os sintomas relativos a boca e/ou olhos secos apresentaram uma associação com a infecção crônica (OR = 6,40; IC 95% = 1,94-21,87). CONCLUSÃO: o estudo não detectou uma associação entre fibromialgia e infecção crônica pelo VHC.

Palavras-chave : fibromialgia; vírus da hepatite C; infecção.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons