SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.47 issue6Primary immunodeficiencies and autoimmune diseases association in childhoodDrug-induced lupus: from basic to spplied immunology author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Reumatologia

Print version ISSN 0482-5004

Abstract

MARQUES, Cláudia Diniz Lopes et al. Abordagem diagnóstica da tuberculose latente na artrite reumatóide. Rev. Bras. Reumatol. [online]. 2007, vol.47, n.6, pp. 424-430. ISSN 0482-5004.  http://dx.doi.org/10.1590/S0482-50042007000600006.

Apesar de terem revolucionado a prática reumatológica, o uso dos inibidores do fator de necrose tumoral (anti-TNFs) no tratamento da artrite reumatóide (AR) fez surgir um problema considerado solucionado em muitos países desenvolvidos: o risco elevado de reativação de infecção tuberculosa latente (ITBL). Desse modo, a identificação de casos de ITBL passou a ser obrigatória antes do início da terapêutica com anti-TNF. O teste cutâneo da tuberculina (PPD) não é um teste de screening ideal nesse grupo de pacientes em virtude de sua baixa especificidade, sua reação cruzada com antígenos vacinais e de outras micobactérias ambien-tais e, principalmente, por conta da incapacidade de o paciente com AR produzir uma resposta adequada ocasionada por uma anormalidade na responsividade das células T, característica da doença. Ensaios com base na detecção da produção de IFNg in vitro por células mononucleares periféricas estimuladas por antígenos específicos (ESAT-6 e CFP-10), que não são encontrados na vacina BCG nem em outras micobactérias ambientais, parecem ser mais acurados que o PPD na detecção de ITBL em virtude de maior especificidade, melhor correlação com medidas indiretas de exposição ao Mycobacterium tuberculosis e menor reação cruzada com a vacinação por BCG e infecções por outras micobactérias.

Keywords : artrite reumatóide; tuberculose; anti-TNF.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese