SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.51 número3Uso da terapia não farmacológica, medicina alternativa e complementar na fibromialgiaLúpus Eritematoso Sistêmico com fraqueza muscular por Miastenia Gravis índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Brasileira de Reumatologia

versão impressa ISSN 0482-5004

Resumo

CHIEREGHIN, Adriano et al. Síndrome do impacto posterior do tornozelo: um diagnóstico que deve ser lembrado pelo reumatologista. Relato de dois casos. Rev. Bras. Reumatol. [online]. 2011, vol.51, n.3, pp. 286-288. ISSN 0482-5004.  http://dx.doi.org/10.1590/S0482-50042011000300009.

O tornozelo é sítio frequente de sintomas dolorosos em atletas e não atletas. A dor localizada na região posterior pode ser o resultado final de diversas patologias, sendo um desafio diagnóstico para o reumatologista. A síndrome do impacto (pinçamento) posterior do tornozelo, também denominada síndrome os trigonum e síndrome compressiva tibiotalar posterior, é um distúrbio clínico caracterizado por dor aguda ou crônica na região posterior do tornozelo, desencadeada pela flexão plantar forçada, que promove microtrauma crônico repetitivo. A patologia do processo os trigonum-talar é a causa mais comum dessa síndrome, mas existem outras causas, como tenossinovite do flexor longo do hálux, osteocondrite de tornozelo, doença da articulação subtalar e fratura. O diagnóstico baseia-se na história clínica e exame físico, e complementado por achados na radiografia simples (RX), ultrassom (US), cintilografia, tomografia computadorizada (TC) e ressonância magnética (RM). Destacamos o RX por seu baixo custo e boa sensibilidade, o US pela possibilidade de guiar infiltrações terapêuticas e a RM pela possibilidade de avaliar partes moles adjacentes.

Palavras-chave : tornozelo; traumatismos do tornozelo; articulação do tornozelo.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · pdf em Português | Inglês