SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.52 issue3Frailty syndrome in the community-dwelling elderly with osteoarthritisAntinucleosome antibodies and primary antiphospholipid syndrome: an observational study author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Reumatologia

Print version ISSN 0482-5004

Abstract

MOSER, Auristela Duarte de Lima; KNAUT, Luiz Alberto Manfre; ZOTZ, Talita Gnoato  and  SCHARAN, Karoleen Oswald. Validade e confiabilidade da versão em português do American Shoulder and Elbow Surgeons Standardized Shoulder Assessment Form. Rev. Bras. Reumatol. [online]. 2012, vol.52, n.3, pp. 352-356. ISSN 0482-5004.  http://dx.doi.org/10.1590/S0482-50042012000300005.

INTRODUÇÃO: O American Shoulder and Elbow Surgeons Standardized Shoulder Assessment Form (ASES), frequentemente utilizado em pesquisas, embora tenha versão traduzida e adaptada para a língua portuguesa (ASES-PT), ainda não tinha a validade e a confiabilidade testadas. OBJETIVO: Investigar a validade, a confiabilidade e a consistência interna do ASES-PT para a função do ombro. MATERIAIS E MÉTODOS: Cinquenta indivíduos (26 mulheres; idade média, 39 ± 13 anos) participaram do processo de investigação da validade, e 38 (19 mulheres; idade média, 37 ± 13 anos) da investigação da confiabilidade, todos apresentando disfunção no ombro. Os participantes preencheram o Questionário Genérico de Qualidade de Vida SF-36 (SF-36), o Disabilities of the Arm, Shoulder and Hand Questionnaire (DASH) e o ASES-PT em dois momentos, com intervalo de sete dias. A validade convergente foi analisada pelo coeficiente de correlação rho de Spearman (ρ), a análise da confiabilidade intraexaminador utilizou o coeficiente de correlação intraclasse (CCI), e a consistência interna foi aferida pelo Alfa de Cronbach. RESULTADOS: Os escores do ASES-PT apresentaram correlação com os escores da versão do DASH (ρ = -0,69;P = 0,000) e com os domínios "capacidade funcional" (ρ = 0,50;P = 0,000), "limitações por aspectos físicos" (ρ = 0,43;P = 0,002) e "dor" (ρ = 0,60;P = 0,000) do SF-36. A confiabilidade intraexaminador do ASES-PT demonstrou-se adequada (CCI = 0,75;P = 0,000). A consistência interna (0,794) foi satisfatória. CONCLUSÃO: O estudo da validade e da confiabilidade do ASES-PT suporta sua utilização para a avaliação do ombro em indivíduos com disfunção nessa região.

Keywords : dor de ombro; articulação do ombro; reprodutibilidade dos testes; validade dos testes; questionários.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese