SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número18As pedagogias do "aprender a aprender" e algumas ilusões da assim chamada sociedade do conhecimentoA busca da coerência: reflexões sobre a produção do GT Educação Popular índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Educação

versão impressa ISSN 1413-2478

Resumo

COSTA, Márcio da. Criar o público não-estatal ou tornar público o estatal? dilemas da educação em meio à crise do Estado. Rev. Bras. Educ. [online]. 2001, n.18, pp.41-51. ISSN 1413-2478.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-24782001000300005.

Presentemente, diversificam-se as formas de distribuição de recursos e responsabilidades no que concerne às políticas educacionais. Particularmente nos países com menor grau de desenvolvimento econômico, tal âmbito de tradicional ação estatal tem sido objeto de apelos destacados e políticas de estímulo expressivo à participação comunitária. São programas de extensão ao acesso da escolaridade para populações até então privadas de tal benefício, enfatizando as alterações na forma de gestão, com base na participação comunitária. Tais programas alteram a trajetória cumprida pelos sistemas escolares em sua expansão em todo o mundo, no que diz respeito à concepção de atividade essencialmente estatal. A partir da reflexão sociológica, serão debatidas as argumentações que sustentam tal tipo de programa, supostamente mais democrático e includente.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons