SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número66A parceria universidade-escola: utopia ou possibilidade de formação continuada no âmbito das políticas públicas?AULA ABERTA: A RELAÇÃO DOCÊNCIA, PESQUISA E COOPERAÇÃO COMUNITÁRIA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Educação

versão impressa ISSN 1413-2478versão On-line ISSN 1809-449X

Resumo

AMARAL, NELSON CARDOSO. A educação superior brasileira: dilemas, desafios e comparações com os países da OCDE e do BRICS. Rev. Bras. Educ. [online]. 2016, vol.21, n.66, pp.717-736. ISSN 1413-2478.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-24782016216637.

O estudo apresenta uma análise de um conjunto de dilemas e de desafios da educação superior brasileira relacionados às seguintes temáticas: privatização; taxas líquidas e brutas de escolarização; limites socioeconômicos à expansão tanto pública quanto privada; relação candidato/vaga; vagas não preenchidas; financiamento no contexto do novo Plano Nacional de Educação (PNE) e comparações com diversos países-membros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). Os resultados das análises mostram que, em geral, são grandes os desafios do Brasil quando comparados seus indicadores com os países da OCDE. Pode-se concluir que só será possível atingir os parâmetros da OCDE quando ocorrerem, simultaneamente, três efeitos: estabilidade da população com a diminuição de crianças e jovens em idade educacional; crescimento do país e de seu produto interno bruto (PIB) no contexto do capitalismo mundial; e diminuição das desigualdades sociais existentes.

Palavras-chave : educação superior; indicadores; percentual do pib; orçamento.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )