SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 issue3Primiparous mothers' knowledge about child development of different Brazilian urban centersLocus of control: validation of a scale in a training context author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Estudos de Psicologia (Natal)

On-line version ISSN 1678-4669

Abstract

RASERA, Emerson F.  and  JAPUR, Marisa. Desafios da aproximação do construcionismo social ao campo da psicoterapia. Estud. psicol. (Natal) [online]. 2004, vol.9, n.3, pp.431-439. ISSN 1678-4669.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-294X2004000300005.

Nos últimos anos, o construcionismo social influenciou a construção de diferentes propostas terapêuticas. Buscando compreender de que forma as proposições construcionistas se encontram presentes no campo da terapia e como dão sustentação teórica a determinadas práticas psicoterápicas, este estudo analisou as propostas da terapia narrativa de White e Epston, da abordagem colaborativa de Harlene Anderson e dos processos reflexivos de Tom Andersen. Esta análise apontou para como estão presentes, de diferentes formas: a) a ênfase nos significados trazidos pelos clientes, b) a análise dos relacionamentos, c) o foco na potencialidade dos clientes e d) na terapia como co-construção, em consonância com as proposições construcionistas. Ao mesmo tempo, ressaltou a necessidade de reflexão sobre o caráter restrito da concepção de "social" e a sustentação de vocabulários modernos sobre o self. Esta análise convida a considerarmos tais propostas para além de uma perspectiva técnica, redimensionando-as como uma opção discursiva.

Keywords : construcionismo social; psicoterapia; significado.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License