SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 issue2Mature women: life histories and depressive complaintsMiscegenation against racial bipolarity: contradictions and oppressive effects of national discourse about races author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Estudos de Psicologia (Natal)

On-line version ISSN 1678-4669

Abstract

MARTINEZ, Raquel; GARCIA, Andrea Milena Becerra  and  MORATO, Silvio. Papel da luminosidade do biotério no comportamento do rato no labirinto em cruz elevado. Estud. psicol. (Natal) [online]. 2005, vol.10, n.2, pp.239-245. ISSN 1678-4669.  https://doi.org/10.1590/S1413-294X2005000200011.

Há pouca informação sobre o efeito dos ambientes onde os ratos são mantidos antes de testes. Para investigar o efeito da iluminação do biotério, ratos Wistar machos foram submetidos a um período de 96 h de iluminação contínua, escuridão contínua ou um ciclo claro escuro de 12:12 h e testados no labirinto em cruz elevado em uma sala iluminada (150 lux) ou escura (0 lux). Os resultados mostram que nem a iluminação contínua nem a escuridão contínua do biotério afetam o comportamento dos ratos, quando comparados aos sujeitos mantidos no ciclo claro-escuro de 12 h. A condição de luminosidade durante o teste, no entanto, foi importante: independentemente da condição de iluminação do biotério, os animais testados no escuro exploraram mais os braços abertos do labirinto, um resultado já relatado na literatura e interpretado como diminuição da ansiedade nesse aparato.

Keywords : labirinto em cruz elevado; comportamento exploratório de ratos; iluminação do biotério; luminosidade durante o teste.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License