SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 issue4Influence of perineal exercises and vaginal cones in association with corrective postural exercises, on female urinary incontinence treatmentAnalysis of spectral indexes for heart rate variability in middle-aged men and postmenopausal women author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Physical Therapy

Print version ISSN 1413-3555On-line version ISSN 1809-9246

Abstract

MEIRELLES, MCCC; MAMEDE, MV; SOUZA, L  and  PANOBIANCO, MS. Avaliação de técnicas fisioterapêuticas no tratamento do linfedema pós-cirurgia de mama em mulheres. Rev. bras. fisioter. [online]. 2006, vol.10, n.4, pp.393-399. ISSN 1413-3555.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552006000400006.

OBJETIVO GERAL: Verificar, em um grupo de mulheres submetidas à cirurgia por câncer de mama, a efetividade do tratamento do linfedema, por um período de até dois anos. OBJETIVO ESPECÍFICO: Avaliar o volume do braço tratado aos 6, 12, 18 e 24 meses após o tratamento do linfedema. MÉTODO: As participantes foram atendidas em um serviço de reabilitação especializado e submetidas ao tratamento do linfedema, com drenagem linfática manual, enfaixamento compressivo funcional, orientações de autocuidado, automassagem, uso da braçadeira elástica e exercício. Pelas medidas do volume dos membros, nos períodos determinados, 36 mulheres foram avaliadas após a fase intensiva, 22 após 6 meses, 15 após 12 meses, 6 após 18 meses e 11 aos 24 meses. A adesão às estratégias de autocuidado e exercícios foi avaliada através de um questionário. Testes estatísticos foram usados para buscar correlação entre redução do linfedema e alguns fatores como idade, escolaridade, grau do linfedema, tipo de cirurgia, entre outros. RESULTADOS: Houve redução do linfedema e essa se manteve ao longo dos períodos estudados. Não houve correlação entre redução do linfedema e fatores como idade, estado civil, escolaridade, tipo de cirurgia, índice de massa corporal, grau do linfedema, radioterapia, circunferência, hipertensão arterial ou limitação articular e não houve adesão às estratégias de autocuidado com o braço, realização de exercícios, automassagem e uso de braçadeira elástica pela maioria das mulheres. CONCLUSÕES: É importante realizar novas pesquisas que analisem o papel de cada uma dessas orientações na evolução do linfedema após a fase intensiva do tratamento, de forma sistemática e controlada.

Keywords : linfedema; neoplasias mamárias; reabilitação.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License