SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue4Aligning Physical Therapy practice with Brazil's leading Health priorities: a "call to action" in the 21st centuryAssociation between flexibility of the glenohumeral and hip joints and functional performance in active elderly women author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Physical Therapy

Print version ISSN 1413-3555On-line version ISSN 1809-9246

Abstract

CARVALHO, AR  and  ASSINI, TCKA. Aprimoramento da capacidade funcional de idosos submetidos a uma intervenção por isostretching. Rev. bras. fisioter. [online]. 2008, vol.12, n.4, pp.268-273. ISSN 1809-9246.  https://doi.org/10.1590/S1413-35552008000400004.

OBJETIVO: Verificar o aprimoramento da capacidade funcional de idosos submetidos a uma intervenção por isostretching. MÉTODOS: Estudo composto por 39 idosos, de ambos os sexos, sedentários, clinicamente saudáveis, com idade média de 66,3±3,34 anos, divididos em dois grupos: controle (GC, n=19) e experimental (GE, n=20). O GE foi submetido à intervenção baseada no isostretching, classificado como um método postural, aplicada uma vez por semana, durante dez sessões. A capacidade funcional foi mensurada pelo teste de caminhada de seis minutos (TC6) em três momentos: após a avaliação de triagem (TC6 INI), um dia após a quinta sessão (TC6 INTER) e um dia após a décima sessão (TC6 FIN). A distância predita, tida como valor de referência (TC6 REF), foi calculada a partir dos dados antropométricos dos sujeitos aplicados na fórmula de Enright & Sherrill. Os dados foram normalizados pelos valores de referência e as comparações inter e intragrupos foram feitas, respectivamente, pelo teste t não pareado e pela análise de variância (ANOVA) medidas repetidas com teste post-hoc de Tukey, com α=0,05. RESULTADOS: Não houve diferença estatística no TC6 REF dos grupos. No GC, todas as medidas do TC6 foram significativamente menores do que o TC6 REF (p<0,001), indicando fraco desempenho. No GE, não se observou diferença estatística entre o TC6 REF e o TC6 FIN (p>0,05), indicando melhora do desempenho neste grupo. CONCLUSÕES: O isostretching aumenta a capacidade funcional dos idosos, podendo ser este um recurso terapêutico viável para impedir efeitos deletérios do envelhecimento sobre a capacidade funcional.

Keywords : aptidão física; idoso; modalidades de fisioterapia; isostretching.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License