SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue4Reliability of fleximetry and goniometry for assessing cervical range of motion among childrenThe influence of joint mobilization on tendinopathy of the biceps brachii and supraspinatus muscles author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Physical Therapy

Print version ISSN 1413-3555On-line version ISSN 1809-9246

Abstract

DOHNERT, MB  and  TOMASI, E. Validade da fotogrametria computadorizada na detecção de escoliose idiopática adolescente. Rev. bras. fisioter. [online]. 2008, vol.12, n.4, pp.290-297. ISSN 1809-9246.  https://doi.org/10.1590/S1413-35552008000400007.

INTRODUÇÃO: A escoliose idiopática adolescente (EIA) é uma alteração tridimensional da coluna vertebral. Sua etiologia é desconhecida e seu início ocorre no início da puberdade, tendo sua progressão associada ao estirão de crescimento. A análise angular de movimento e postura corporal através da imagem estática, conhecida como fotogrametria, permite ao fisioterapeuta quantificar e qualificar sua avaliação da postura/movimento corporal. OBJETIVO: Este estudo foi realizado para avaliar a sensibilidade deste instrumento na detecção da EIA no exame escolar. MÉTODOS: Estudo transversal de base escolar sobre alunos de 5ª a 8ª série do ensino fundamental das redes pública e particular de Pelotas. Foram realizados coleta de imagem digital e exame radiográfico em postura antero-posterior e perfil. A sensibilidade e especificidade da fotogrametria foram verificadas utilizando três e dois graus de margem para desnivelamento da superfície corporal. RESULTADOS: Duzentos e vinte e quatro alunos realizaram o exame de fotogrametria na escola e o exame radiológico padrão. A prevalência de EIA foi de 4,5% (n=10), sendo oito meninas e dois meninos, com média de 13,3º Cobb; média de 1,1 para rotação vertebral (Nash-Moe); 29,5º Cobb para cifose dorsal; 3,6º para ângulo íleo-lombar; e sinal de Risser em 1,6. Para trêsº, a sensibilidade foi de 21,4% e a especificidade de 90,7%. Utilizando dois graus, a sensibilidade foi de 50% e a especificidade de 61,2%. CONCLUSÕES: Com base nestes resultados, verificou-se que a fotogrametria computadorizada não pode ser realizada como screening para detecção de escoliose de grau leve nas escolas.

Keywords : escoliose idiopática; fotogrametria; postura; fisioterapia.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License