SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue4The influence of joint mobilization on tendinopathy of the biceps brachii and supraspinatus musclesImmediate versus later exercises for rat sciatic nerve regeneration after axonotmesis: histomorphometric and functional analyses author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Physical Therapy

Print version ISSN 1413-3555On-line version ISSN 1809-9246

Abstract

SANTOS, EP et al. Atividade eletromiográfica do vasto medial oblíquo e vasto lateral durante atividades funcionais em sujeitos com síndrome da dor patelofemural. Rev. bras. fisioter. [online]. 2008, vol.12, n.4, pp.304-310. ISSN 1809-9246.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552008000400009.

OBJETIVO: O propósito deste estudo foi avaliar a amplitude e o tempo de ativação elétrica do vasto medial oblíquo (VMO), vasto lateral longo (VLL) e vasto lateral oblíquo (VLO) durante atividades funcionais em portadoras da síndrome da dor patelofemural (SDPF). MÉTODOS: Participaram do estudo 20 mulheres, sendo dez do grupo controle e dez do grupo com SDPF. O sinal eletromiográfico do quadríceps foi detectado por eletrodos ativos diferenciais simples de superfície e um eletromiógrafo de quatro canais, durante atividades em cadeia cinética aberta (em um dinamômetro isocinético) e fechada (através de um step e durante o agachamento). Na análise estatística foram utilizados o teste t de student e uma análise de variância (ANOVA), com método pos-hoc de Tukey, com nível de significância de p<0,05. RESULTADOS: Os resultados sugerem uma menor intensidade na atividade elétrica do VMO em relação ao VLO (p=0,04) e maior retardo no tempo de ativação do VMO (p=0,0023) no grupo com SDPF considerando todas as atividades avaliadas. Houve diferença significativa do VMO em relação ao VLO nas atividades de extensão isocinética à 30º/s (p=0,042) e descida do step com 75º de flexão de joelho (p=0,038) no grupo com SDPF, e nas atividades de levantar-se de um banco (p=0,041), salto unipodal (p=0,046) e elevação dos calcanhares (p=0,004) no grupo controle. CONCLUSÕES: Nas condições experimentais realizadas, o estudo sugere um desequilíbrio na atividade elétrica e um padrão de recrutamento anormal entre os músculos VMO, VLL e VLO em sujeitos com SDPF, com maior retardo e menor amplitude de ativação do VMO neste grupo de sujeitos.

Keywords : eletromiografia; músculo quadríceps; atividades funcionais; síndrome da dor patelofemural.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License