SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número3O exercício de força muscular é eficiente para melhorar o desempenho no teste de caminhada de 6 minutos em mulheres pós-menopausais?Atitudes e crenças de fisioterapeutas brasileiros em relação à dor lombar crônica: um estudo transversal índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Brazilian Journal of Physical Therapy

versão impressa ISSN 1413-3555

Resumo

GOMES, Évelim L. F. D. et al. A fisioterapia respiratória é eficaz na redução de escore clínico na bronquiolite: ensaio controlado randomizado. Rev. bras. fisioter. [online]. 2012, vol.16, n.3, pp. 241-247.  Epub 12-Abr-2012. ISSN 1413-3555.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552012005000018.

OBJETIVO: Avaliar a efetividade da fisioterapia respiratória na redução do escore clínico em lactentes com bronquiolite viral aguda (BVA). MÉTODOS: Ensaio controlado randomizado de 30 lactentes (média de idade 4,08±3,12 meses) com BVA, previamente hígidos, com vírus sincicial respiratório (VSR) positivo, avaliados em três momentos: admissão, 48 e 72 horas, antes e após os procedimentos por avaliadores cegos, em três grupos: G1 - técnicas atuais de fisioterapia (expiração lenta e prolongada e desobstrução rinofaríngea retrógrada), G2 - técnicas convencionais de fisioterapia (drenagem postural modificada, compressão expiratória, vibração e percussão) e G3 - aspiração de vias aéreas superiores por meio do escore clínico de Wang e seus componentes: retrações (RE), frequência respiratória (RR), sibilos (WH) e condições gerais (GC). RESULTADOS: O escore clínico de Wang (CS) no momento admissão, no G1, reduziu de 7,0-4,0; no G2, de 7,5-5,5 e no G3 de 7,5-7,0, não apresentando alteração. No momento 48 horas, também houve alteração tanto no G1 (5,5-3,0) quanto no G2 (4,0-2,0) e, em 72 horas, apenas no G1 (2,0-1,0). CONCLUSÃO: A fisioterapia respiratória foi efetiva na redução do escore clínico em lactentes com BVA quando comparada com a aspiração isolada das vias aéreas na admissão. No momento 48 horas, ambas as técnicas foram efetivas, sendo que as técnicas atuais foram efetivas também nas 72 horas após a internação, comparada às técnicas convencionais.

Palavras-chave : vírus sincicial respiratório; bronquiolite; fisioterapia.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês