SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue5Distribution of physical therapists working on public and private establishments in different levels of complexity of health care in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Brazilian Journal of Physical Therapy

Print version ISSN 1413-3555

Abstract

LEITE, Diego X. et al. Relação entre rigidez articular passiva e torque concêntrico dos rotadores laterais do quadril. Rev. bras. fisioter. [online]. 2012, vol.16, n.5, pp. 414-421.  Epub Sep 13, 2012. ISSN 1413-3555.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552012005000046.

CONTEXTUALIZAÇÃO: Rigidez passiva adequada do quadril pode impedir movimentos excessivos dos membros inferiores no plano transverso durante a realização de atividades funcionais. O fortalecimento muscular dos rotadores laterais do quadril poderia ser utilizado na tentativa de aumentar a rigidez dessa articulação. No entanto, a relação entre rigidez passiva e força dos músculos do quadril não está documentada na literatura. OBJETIVO: Investigar a associação entre rigidez passiva do quadril durante o movimento de rotação medial e torque concêntrico dos rotadores laterais dessa articulação em indivíduos saudáveis. MÉTODO: Foram avaliados 26 indivíduos com média de idade de 24,42±2,77 anos. Para quantificação da rigidez passiva do quadril, o torque passivo de resistência durante a rotação medial dessa articulação foi mensurado por um dinamômetro isocinético. A rigidez foi determinada como a inclinação média da curva de torque passivo obtida nos primeiros 20° do movimento. Eletromiografia foi utilizada para verificar o repouso dos músculos do quadril durante esse procedimento. O dinamômetro isocinético também foi utilizado para avaliação do pico de torque e trabalho máximo dos rotadores laterais do quadril em uma amplitude de 55° de rotação. RESULTADOS: Regressões lineares demonstraram coeficientes de correlação r=0,70 (R2=0,50/p<0,001) e r=0,77 (R2=0,59/p<0,001) entre rigidez do quadril e as medidas de pico de torque e trabalho muscular dos rotadores laterais, respectivamente. CONCLUSÕES: Existe associação de moderada a boa entre rigidez passiva do quadril e torque concêntrico dos rotadores laterais dessa articulação. A associação demonstrada sugere que o fortalecimento dos rotadores laterais pode ser eficaz em aumentar a rigidez do quadril.

Keywords : rigidez passiva; força muscular; quadril; dinamômetro de força muscular; reabilitação.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese