SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue5Accuracy of Timed Up and Go Test for screening risk of falls among community-dwelling elderlyGait characteristics of younger-old and older-old adults walking overground and on a compliant surface author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Brazilian Journal of Physical Therapy

Print version ISSN 1413-3555

Abstract

SILVA NETO, Luiz S.; KARNIKOWISKI, Margô G. O.; TAVARES, Adriano B.  and  LIMA, Ricardo M.. Associação entre sarcopenia, obesidade sarcopênica e força muscular com variáveis relacionadas de qualidade de vida em idosas. Rev. bras. fisioter. [online]. 2012, vol.16, n.5, pp. 360-367.  Epub Sep 13, 2012. ISSN 1413-3555.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552012005000044.

OBJETIVO: Verificar a associação entre sarcopenia, obesidade sarcopênica e força muscular com variáveis relacionadas à qualidade de vida em idosas. MÉTODO: A amostra foi composta por 56 voluntárias do sexo feminino que se submeteram à análise de composição corporal (IMC e absortometria de raios-x de dupla energia DXA). A força de preensão palmar (FPP) foi mensurada pelo dinamômetro Jamar. Para análise de qualidade de vida, usou-se o questionário SF-36; para análise estatística, os dados foram apresentados por meio da estatística descritiva e Coeficiente de Correlação de Pearson. O software SPSS, versão 15,0, foi utilizado para realização de todas as análises. RESULTADOS: As idosas apresentaram média de idade de 64,92±5,74 anos. Das 56 voluntárias avaliadas, 19,64% (n=11) foram classificadas com obesidade sarcopênica. Treze voluntárias (23,21%) foram classificadas como sarcopênicas. Os principais achados do presente estudo demonstraram que, embora não fosse encontrada significância estatística entre os parâmetros estudados em idosas classificadas com sarcopenia e obesidade sarcopênica e as dimensões de qualidade de vida, os valores médios foram inferiores nas acometidas. De forma interessante, a variável FPP correlacionou-se positiva e significativamente com todos os domínios do SF-36, com exceção de VIT (p=0,08) e SM (p=0,25). CONCLUSÕES: A FPP é um fator determinante nos aspectos relacionados à qualidade de vida na população estudada. O rastreamento e a identificação de pequenas alterações funcionais por meio de medidas clínicas simples, como a FPP, podem favorecer a intervenção precoce e prevenir incapacidades. Em contraste, sarcopenia e obesidade sarcopênica não foram associadas à qualidade de vida.

Keywords : sarcopenia; obesidade sarcopênica; força muscular; envelhecimento; reabilitação; qualidade de vida.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese