SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número6Behavior of respiratory muscle strength in morbidly obese women by using different predictive equationsEvaluation of muscle regeneration in aged animals after treatment with low-level laser therapy índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Brazilian Journal of Physical Therapy

versión impresa ISSN 1413-3555

Resumen

COMPER, Maria L. C.; COSTA, Leonardo O. P.  y  PADULA, Rosimeire S.. Propriedades clinimétricas da versão para o português-brasileiro do "Quick Exposure Check" (QEC). Rev. bras. fisioter. [online]. 2012, vol.16, n.6, pp. 487-494.  Epub 02-Oct-2012. ISSN 1413-3555.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552012005000049.

CONTEXTUALIZAÇÃO: A maior parte dos instrumentos utilizados para avaliação dos fatores de risco de desenvolvimento dos distúrbios musculoesqueléticos relacionados ao trabalho foram originalmente desenvolvidos em língua inglesa, dificultando seu uso em países cuja língua primária não é o inglês, como é o caso do Brasil. OBJECTIVO: Testar as propriedades clinimétricas do instrumento Quick Exposure Check (QEC) para o português-brasileiro. MÉTODO: A versão original do QEC foi traduzida e adaptada transculturalmente para o português-brasileiro e testada em 107 trabalhadores de dois setores de produção de uma indústria têxtil. A consistência interna e a validade de construto foram testadas utilizando apenas valores basais dos participantes, enquanto a reprodutibilidade foi avaliada em um delineamento de teste e reteste, com intervalo de sete dias. RESULTADOS: A versão adaptada apresentou níveis adequados de consistência interna (α Cronbach=0,76), confiabilidade intraobservador moderada (ICC entre 0,41 e 0,60) e confiabilidade interobservador variando de moderada a substancial (ICC entre 0,62 e 0,86). O erro-padrão da medida (EPM) variou de 8,3 a 11,2 pontos. Níveis moderados de validade de construto foram observados (r de Pearson=0,38). CONCLUSÃO: A versão do QEC para o português-brasileiro possui propriedades clinimétricas adequadas para mensuração de diferentes níveis de exposição aos fatores de risco ergonômicos, podendo ser utilizada por pesquisadores e profissionais da saúde e segurança ocupacional.

Palabras llave : avaliação do risco; ergonomia; reprodutibilidade; validade; fisioterapia.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés