SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número1Estudo de indicadores de saúde ambiental e de saneamento em cidade do Norte do BrasilAvaliação da integridade e da retenção de metais pesados em materiais estabilizados por solidificação índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Engenharia Sanitaria e Ambiental

versão impressa ISSN 1413-4152

Resumo

MULLER, Carla Cristine; RAYA-RODRIGUEZ, Maria Teresa  e  CYBIS, Luiz Fernando. Adsorção em carvão ativado em pó para remoção de microcistina de água de abastecimento público. Eng. Sanit. Ambient. [online]. 2009, vol.14, n.1, pp. 29-38. ISSN 1413-4152.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-41522009000100004.

A ocorrência de florações de cianobactérias em mananciais de abastecimento público prejudica a qualidade da água, podendo, inclusive, ocasionar a presença de cianotoxinas. A dificuldade de remover as cianotoxinas da água motivou o presente trabalho, cujo objetivo foi o de avaliar a remoção da cianotoxina microcistina empregando diferentes carvões ativados em pó (CAPs). Os CAPs foram caracterizados quanto ao número de iodo, granulometria, distribuição e volume de poros, além das isotermas de Freundlich. Os resultados mostraram que os CAPs de madeira apresentaram os maiores valores do número de iodo, capacidade máxima adsortiva (qe, máx) e volume de microporos secundários e mesoporos. A adequada caracterização do CAP é uma etapa importante na sua aquisição pelas estações de tratamento de água, pois índices isolados podem não avaliar corretamente o CAP.

Palavras-chave : microcistina; isoterma de Freundlich; adsorção; carvão ativado em pó.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português