SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número3Efeito da toxicidade de Cr (VI) e Zn (II) no crescimento do fungo filamentoso Aspergillus niger isolado de efluente industrialAvaliação da remoção de matéria orgânica carbonácea e nitrogenada de águas residuárias em biorreator de membranas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Engenharia Sanitaria e Ambiental

versão impressa ISSN 1413-4152

Resumo

VASQUES, Andressa Regina et al. Adsorção dos corantes RO16, RR2 e RR141 utilizando lodo residual da indústria têxtil. Eng. Sanit. Ambient. [online]. 2011, vol.16, n.3, pp. 245-252. ISSN 1413-4152.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-41522011000300007.

A adsorção é uma das técnicas empregadas com sucesso para remoção efetiva da cor presente em efluentes têxteis. Com o objetivo de avaliar os diferentes parâmetros adsortivos, bem como determinar a eficiência de um adsorvente alternativo desenvolvido a partir de lodo residual têxtil na remoção de corantes, foram determinadas curvas de cinética de adsorção e isotermas. Por meio dos dados cinéticos e de equilíbrio obtidos, verificou-se que a 25ºC a adsorção foi favorável para todos os corantes, sendo esta a melhor condição para os corantes RO16 e RR2 na ausência de sais. Para o corante RR141, a adição de NaCl aumentou a capacidade de adsorção do adsorvente no equilíbrio e a adição de Na2SO4 favoreceu a adsorção para o corante RO16, ao contrário do que se observou para os outros dois corantes. A quantidade máxima de corante adsorvida por unidade de massa de adsorvente (qmax) nas melhores condições adsortivas para os corantes RO16, RR2 e RR141 foi de 81,30, 53,48 e 78,74 mg.g-1, respectivamente.

Palavras-chave : adsorção; corantes; sais; indústria têxtil; lodo residual têxtil.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português