SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue4Disinfection of rainwater by ultraviolet radiationRemoval of the odoriferous compounds geosmin and 2-methylisoborneol from drinking water by the processes of cascade aeration, air strippingand nanofiltration author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Engenharia Sanitaria e Ambiental

Print version ISSN 1413-4152

Abstract

LOPES, Ney Procópio; LARA, Márcia  and  LIBANIO, Marcelo. Quantificação em escala de bancada do volume de ar em ligações prediais de água. Eng. Sanit. Ambient. [online]. 2011, vol.16, n.4, pp. 343-352. ISSN 1413-4152.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-41522011000400005.

A presente pesquisa em escala piloto, simulando trecho de uma rede interligada a um ramal predial, visou quantificar o volume de ar aferido pelos hidrômetros residenciais. Para tal fim, testaram-se ventosas, bloqueadores de ar e válvulas eliminadoras de ar. Sob condições normais de operação da rede, o volume de ar medido pelos hidrômetros é comparável ao encontrado na água natural, não justificando a instalação de equipamento de eliminação de ar de qualquer natureza. Todavia, logo após esvaziamento da rede interligada ao ramal, a sobremedição pode atingir até 21% em condições de pressão máxima na rede de distribuição (500 kPa). Por fim, verificou-se que a menor vazão afluente associa-se ao maior volume de ar aferido pelo hidrômetro. Dessa forma, é possível supor que os consumidores situados na menor faixa de consumo sejam os mais prejudicados pela situação de desabastecimento.

Keywords : presença de ar na água; eliminadores de ar; abastecimento de água.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese