SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número6Desenvolvimento e validação de método analítico para análise de 2,4-D, 2,4-DCP e 2,4,5-T para monitoramento em água de abastecimento públicoIdentificação de micro-organismos presentes em sistemas de biolixiviação de cobre a 35 e 50°C índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Engenharia Sanitaria e Ambiental

versão impressa ISSN 1413-4152versão On-line ISSN 1809-4457

Resumo

FARIAS, Raquel Studart de et al. Adsorção do corante vermelho congo em solução aquosa com sílica aminofuncionalizada. Eng. Sanit. Ambient. [online]. 2018, vol.23, n.6, pp.1053-1060.  Epub 22-Out-2018. ISSN 1413-4152.  http://dx.doi.org/10.1590/s1413-41522018172982.

Este estudo investiga o potencial uso de sílica gel aminofuncionalizada como adsorvente para a recuperação de corante vermelho congo em solução aquosa. Efeitos do pH, do tempo de contato e da temperatura foram determinados e avaliados. As isotermas de equilíbrio também foram estudadas. A cinética de adsorção foi modelada por pseudoprimeira ordem e pseudossegunda ordem. Além disso, a dessorção do vermelho congo foi preliminarmente estudada. O intervalo de pH de 4,5 a 7,0 foi favorável para a adsorção do corante pela sílica modificada com amina a 25ºC. Obteve-se maior capacidade de adsorção a 50ºC. Modelos de Langmuir e Freundlich foram ajustados aos dados de equilíbrio de adsorção. Os melhores resultados foram obtidos com a pseudossegunda ordem e o modelo de Langmuir para cinética e equilíbrio, respectivamente. Estudos de dessorção sugerem que a troca iônica pode ser o principal modo de adsorção. O hidróxido de potássio foi o melhor agente de dessorção para recuperar o corante adsorvido.

Palavras-chave : 3-aminopropiltrietoxisilano; corante aniônico; remoção de cor; sílica modificada.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )