SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 número3Relações familiares na perspectiva de pais, irmãos e crianças com deficiênciaInterações entre o aluno com surdez, o professor e o intérprete em aulas de física: uma perspectiva Vygotskiana índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Educação Especial

versão impressa ISSN 1413-6538

Resumo

SCHMITT, Beatriz Dittrich  e  PEREIRA, Karina. Caracterização das ações motoras de crianças com baixa visão e visão normal durante o brincar: cubos com e sem estímulo luminoso ou alto contraste. Rev. bras. educ. espec. [online]. 2014, vol.20, n.3, pp.435-448. ISSN 1413-6538.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-65382014000300009.

O brincar de crianças com baixa visão deve ser estimulado a fim de aprimorar os sentidos, adquirir habilidades com uso das mãos/corpo, reconhecer as características dos objetos e explorar o ambiente. O objetivo desse estudo foi identificar e descrever as ações motoras de crianças com baixa visão e visão normal durante o brincar com cubos com e sem estímulo luminoso ou alto contraste.  Foram avaliadas seis crianças com baixa visão (43 meses; ±2) e sete com visão normal (42,3 meses; ±2,9). Para a avaliação, utilizaram-se quatro cubos: luminoso, alto contraste, transparente e preto. Cada avaliação foi filmada para possibilitar a identificação e descrição das ações motoras realizadas. Cada cubo foi apresentado à criança por 1 minuto, com intervalo de 15 segundos entre eles. A ordem de entrega dos cubos foi randomizada. As ações motoras identificadas foram: alcance (unimanual, bimanual ou com os pés), deslizar as mãos/dedos, afastar o cubo, bater no cubo, bater com o cubo, girar, agitar, aproximar os olhos e jogar o cubo para cima. As duas últimas ações foram realizadas somente por crianças com baixa visão. Essas realizaram 11 ações motoras nos cubos sem estímulo visual e nove nos cubos com estímulo visual. As crianças com visão normal realizaram oito ações motoras nos cubos de alto contraste, transparente e preto. Concluiu-se que crianças com baixa visão realizam maior variedade de ações motoras em todos os cubos do que crianças com visão normal, em especial nos cubos sem estímulo visual.

Palavras-chave : Transtornos da visão; Brinquedos; Habilidade motora.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons