SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número5Efeito do tipo de sistema de criação nos resultados econômicos de sistemas de produção de leite na região de Lavras (MG)Resíduos generalizados de Cox-Snell na avaliação do ajuste de modelos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054

Resumo

ZARATE, Néstor A. Heredia; VIEIRA, Maria do Carmo; ROSA JUNIOR, Edgard J  e  ALVES, Jerusa Cariaga. Populações de plantas e doses de nitrogênio na produção de rizomas de taro 'Macaquinho'. Ciênc. agrotec. [online]. 2004, vol.28, n.5, pp.1190-1195. ISSN 1413-7054.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-70542004000500029.

O experimento foi desenvolvido em Dourados - MS, no período de 30.08.01 a 26.04.02, em Latossolo Vermelho distroférrico, de textura argilosa. O objetivo foi avaliar os efeitos de populações de plantas e de doses de nitrogênio sobre a produção de massa fresca de parte aérea e de rizomas do clone de taro Macaquinho. Os tratamentos foram arranjados no esquema fatorial 3 (populações de 80.000, 100.000 e 120.000 plantas ha-1) x 3 (0; 45 e 90 kg ha-1 de nitrogênio -N, utilizando como fonte a uréia), no delineamento experimental de blocos casualizados, com quatro repetições. A colheita foi realizada aos 208 dias após o plantio, quando foram avaliadas as produções totais de massas frescas de folhas, de rizomas-mãe e de rizomas-filho, incluindo a classificação nas classes grande (maior que 40 g), média (25 a 40 g) e pequena (menor que 25 g), além do cálculo do retorno econômico. As produções de folhas, de rizomasmãe (RM) e de rizomas-filho (RF) não foram influenciadas pela interação populações e doses de N. As produções de RM e total de RF foram influenciadas pelas populações, sendo as maiores sob 120.000 plantas ha-1 (10,39 t ha-1 de RM e 53,56 t ha-1 de RF) e as menores sob 80.000 plantas ha-1 (7,58 t ha-1 de RM e 38,00 t ha-1 de RF). Nas produções de RF das diferentes classes, foram detectadas influências significativas das populações para RF grandes e médios e das doses de N para RF pequenos. Ao considerar a produção de rizomas comerciais (RF das classes grande e média) e o custo das mudas, a população de 120.000 plantas ha-1 poderia ter aumentado o retorno líquido em 12,77% e 42,00%, em relação às populações de 100.000 e 80.000 plantas ha-1, respectivamente. Concluiu-se que a maior produção comercial e o maior retorno econômico do taro 'Macaquinho'foi com o uso de 120.000 plantas ha-1, independendo das doses nitrogênio estudados.

Palavras-chave : Colocasia esculenta (L.) Schott; densidade de plantas; adubação; produtividade; retorno econômico.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons