SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 issue6Levels of crude protein and metabolizable energy on the production and eggs quality of Lohmann Brown layers strainEffect of the population density of the greenbug Schizaphis graminum (Rondani, 1852) (Hemiptera: Aphididae) on enzymatic activity on wheat plants author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência e Agrotecnologia

Print version ISSN 1413-7054

Abstract

SILVA, Hunaldo Oliveira et al. Fitase em rações para suínos em crescimento: desempenho, parâmetros sanguíneos e teor de minerais nos ossos. Ciênc. agrotec. [online]. 2004, vol.28, n.6, pp. 1428-1436. ISSN 1413-7054.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-70542004000600028.

Objetivou-se, com o presente trabalho, verificar o efeito da fitase sobre o desempenho, mineralização óssea e teor de uréia no plasma de suínos. Foram utilizados 80 animais com 30 ± (3,1 kg), mestiços (LD x LW), machos e fêmeas, distribuídos em um delineamento em blocos casualisados (DBC) com quatro tratamentos e cinco repetições. Os tratamentos consistiram de uma ração à base de milho, farelo de soja e farelo de arroz desengordurado (FAD), suplementada com quatro níveis de fitase (0, 400, 800 e 1200 FTU/kg). A ração foi formulada para atender às exigências de suínos em crescimento, exceto para cálcio e fósforo disponíveis, cujos níveis foram 0,64 e 0,25 %, respectivamente. A enzima fitase utilizada foi a Natuphos 5000. Durante o período experimental, a cada sete dias, foi coletado sangue de dois animais por bloco, por meio de uma punção no sinus orbital, para determinar o teor de uréia no plasma. Ao final do período experimental, foram abatidos dois animais por parcela para coleta do osso metacarpo, objetivando verificar o teor de minerais. As variáveis analisadas foram: ganho de peso médio diário (GPMD), consumo de ração médio diário (CRMD), conversão alimentar (CA), teor de uréia no plasma e teor de cinzas, cálcio, fósforo no osso. Os níveis de fitase proporcionaram uma melhoria linear (P<0,05) da conversão alimentar e um efeito quadrático sobre o teor de uréia no plasma dos suínos. A fitase promoveu aumento linear (P<0,05) no teor de cálcio e fósforo no osso metacarpo dos suínos. O nível de 750 FTU/kg proporcionou o menor teor de uréia no plasma. Conclui-se que a utilização da enzima fitase em rações para suínos em crescimento melhorou a conversão alimentar, diminuiu o teor de uréia no plasma e aumentou os teores de cálcio e fósforo no osso.

Keywords : Enzima; minerais; plasma; uréia.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English