SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número1Adaptabilidade de caprinos exóticos e naturalizados ao clima semi-árido do nordeste brasileiroCaracterísticas seminais de galos alimentados com rações suplementadas com diferentes óleos e níveis de vitamina E índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054versão On-line ISSN 1981-1829

Resumo

ANDRADE, Alex Carvalho et al. Características morfogênicas e estruturais do capim-elefante 'napier' adubado e irrigado. Ciênc. agrotec. [online]. 2005, vol.29, n.1, pp.150-159. ISSN 1413-7054.  https://doi.org/10.1590/S1413-70542005000100019.

Objetivou-se avaliar a dinâmica do aparecimento, do alongamento e da senescência de folhas do capim-elefante  ‘Napier’  após pastejo de uniformização. O trabalho consistiu de dois experimentos, para o estudo de quatro tratamentos de adubação (T1: 100 kg de N e 80 kg de K, T2: 200 kg de N e 160 kg de K, T3: 300 kg de N e 240 kg de K e T4: 400 kg de N e 320 kg de K), sendo um irrigado e outro sem irrigação, segundo o delineamento de blocos ao acaso com três repetições. As plantas da área irrigada atingiram um maior número de folhas verdes (5 folhas) em um menor intervalo de crescimento (51,5 dias) do que as plantas não irrigadas (4,3 folhas em 68 dias). As taxas médias de aparecimento foliar foram 0,14 e 0,07 folhas/dia para os perfilhos basilares e aéreos, respectivamente. Observou-se resposta linear e positiva entre acúmulo de graus-dia (GD) e o índice de Haun, estimando-se filocronos de 84,0 e 150,8 GD para os perfilhos basilares e aéreos, respectivamente, na área irrigada. Para a área não irrigada os valores foram de 105,4 GD para os perfilhos basilares e 173,3 GD para os perfilhos aéreos. A taxa de alongamento foliar nos perfilhos basilares variou com a adubação; seu maior valor foi de 11,6 cm/dia referente à combinação de 200 kg/ha de N e 160 kg/ha de K. As plantas da área irrigada apresentaram maior taxa de alongamento foliar (11,58 cm/dia) em relação às da área não irrigada (7,99 cm/dia). A irrigação resultou em maior senescência foliar em ambos os tipos de perfilhos.

Palavras-chave : filocrono; taxa de alongamento foliar; taxa de aparecimento foliar; taxa de senescência foliar.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons