SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número4Aspectos biológicos de Trichogramma galloi Zucchi, 1988 (Hymenoptera: Trichogrammatidae) criados em ovos de Diatraea saccharalis (Fabricius, 1794) (Lepidoptera: Crambidae) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054

Resumo

REIS, Moizés de Sousa; SOARES, Antônio Alves; SOARES, Plínio César  e  CORNELIO, Vanda Maria de Oliveira. Absorção de N, P, K, Ca, Mg e S pelo arroz irrigado influenciada pela adubação nitrogenada. Ciênc. agrotec. [online]. 2005, vol.29, n.4, pp. 707-713. ISSN 1413-7054.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-70542005000400001.

Considerando que ainda não existe um método capaz de avaliar satisfatoriamente a disponibilidade de nitrogênio no solo para as plantas, não sendo possível traçar uma curva de calibração para esse elemento, torna-se necessário trabalhos de pesquisa para estabelecer curvas de resposta em relação a várias doses de nitrogênio, bem como avaliar a resposta de diferentes cultivares. Dessa forma, foi conduzido um experimento em casa-de-vegetação, no Departamento de Ciência do Solo, da Universidade Federal de Lavras, com o objetivo de avaliar o efeito de doses de nitrogênio sobre a produtividade de grãos e a quantidade absorvida e exportada de macronutrientes (N, P, K, Ca, Mg e S) por três cultivares de arroz irrigado. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5 x 3 com quatro repetições. Os fatores constituíram-se de três cultivares de arroz irrigado (Capivari, Inca e Sapucaí) e de cinco doses de nitrogênio (0, 100, 200, 400 e 800 mg de N.kg-1 de solo). O nitrogênio foi aplicado na forma de uréia, parcelado em três vezes: 10, 30 e 50 dias após a emergência, nas proporções de 30%, 30% e 40% da dose total, respectivamente. Houve resposta das cultivares à adubação nitrogenada, com a cultivar Capivari apresentando maior absorção de macronutrientes do que a Inca e a Sapucaí. As cultivares responderam de modo diferencial às doses crescentes de nitrogênio para produtividade de grãos, sendo que a dose máxima utilizada (800 mg de N.kg-1 de solo) não foi suficiente para a Capivari atingir a produtividade máxima. A Capivari foi a mais produtiva das cultivares estudadas, indicando ser mais eficiente na utilização de nitrogênio, enquanto a Sapucaí foi a menos eficiente no aproveitamento desse elemento.

Palavras-chave : Cultivares; arroz irrigado; macronutrientes; fertilização.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português