SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 número1Desenvolvimento de mudas de Aroeira (Schinus terebinthifolius) e sombreiro (Clitoria fairchildiana) sob condições de sombreamento índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054versão On-line ISSN 1981-1829

Resumo

SALLES, Leila Aparecida et al. Sacarose e pH na germinação in vitro de grãos de pólen de citros. Ciênc. agrotec. [online]. 2006, vol.30, n.1, pp.170-174. ISSN 1413-7054.  https://doi.org/10.1590/S1413-70542006000100025.

Objetivou-se avaliar o efeito da sacarose e pH na germinação in vitro de grãos de pólen das cultivares Valência, Natal e Pêra. Para testar o efeito da sacarose, os grãos de pólen foram distribuídos uniformemente em placas de Petri contendo meio de cultura básico constituído de 10 gL-1 de ágar, 800 mgL-1 de nitrato de cálcio e 200 mgL-1 de ácido bórico, acrescido de sacarose (0, 50, 100, 150 e 200 gL-1). Para verificação do pH satisfatório, os grãos de pólen foram inoculados em meio de cultura contendo 10 gL-1 de ágar e 800 mgL-1 de nitrato de cálcio, 200 mgL-1 de ácido bórico,100 gL-1 de sacarose e pH de 3,5; 4,0; 4,5; 5,0; 5,5; 6,0; 6,5. Após inoculação, os grãos de pólen foram incubados em BOD a 25ºC por 12 horas. A porcentagem de germinação foi obtida com auxílio de microscópio óptico com objetiva de 10 X. Para todas as cultivares estudadas, a maior porcentagem de germinação foi obtida com 100 gL-1 de sacarose e o maior número de grãos de pólen germinados foi verificado em pH 6,5, sendo observado que maiores valores de pH aumentaram também a quantidade de polens estourados para as cultivares Natal e Pêra e diminuíram para Valência.

Palavras-chave : Citrus sinensis; Palinologia; Cultura de tecidos; Melhoramento genético.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons