SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número4Progresso da ferrugem e da cercosporiose do cafeeiro consorciado com grevílea, com ingazeiro e a pleno sol em Lavras - MGAvaliação microbiológica de bebidas lácteas fermentadas adquiridas no comércio varejista do sul de Minas Gerais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054versão On-line ISSN 1981-1829

Resumo

REGHIN, Marie Yamamoto; OTTO, Rosana Fernandes; OLINIK, Jean Ricardo  e  JACOBY, Carlos Felipe Stülp. Viabilidade do sistema de produção de mudas em bandejas em três cultivares de cebola. Ciênc. agrotec. [online]. 2007, vol.31, n.4, pp.1075-1084. ISSN 1413-7054.  https://doi.org/10.1590/S1413-70542007000400020.

O presente trabalho foi conduzido em Ponta Grossa (PR), com o objetivo de avaliar a viabilidade do sistema de produção de mudas em bandejas, comparativamente ao sistema convencional, em canteiros, em três cultivares de cebola. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados com três repetições. Os tratamentos foram arranjados segundo esquema fatorial 3 x 3, sendo três tipos de mudas (de bandeja com 200 e com 288 células e da sementeira) e três cultivares (Mercedes, Bola Precoce e Crioula). A produção de mudas em bandejas foi conduzida sob cultivo protegido e da sementeira em ambiente natural. A semeadura ocorreu no dia 15/05/2004, nas bandejas e na sementeira. Aos 57 dias, as mudas foram avaliadas e transplantadas em parcelas com quatro fileiras de plantas arranjadas no espaçamento de 0,40 x 0,08m, perfazendo um estande de 312.500 plantas.ha-1. A colheita foi realizada de acordo com a maturação das plantas. Após a cura, avaliou-se a produtividade de bulbos e foram calculados os custos de produção dos diferentes tipos de mudas e a sua viabilidade. Observou-se que as mudas provenientes de bandejas apresentaram superioridade quando comparadas às da sementeira, obtendo destaque as obtidas em 200 células. A qualidade superior dessa muda refletiu-se no desempenho posterior, obtendo-se maior rendimento de bulbos com mudas de bandejas de 200 células. O desempenho foi intermediário, quando proveniente de bandejas de 288 células e inferior, quando a muda usada foi de sementeira. Destaca-se que o aproveitamento de mudas da sementeira durante a seleção foi baixo (50%), e o custo para sua produção é alto quando se utiliza semente de híbrido, comparável ao custo de cultivar de polinização aberta em bandejas de 288 células. As cultivares mais produtivas foram Crioula e Mercedes. A produção de mudas em bandejas, principalmente na de 200 células, é viável e representa uma alternativa para aumento da produtividade no cultivo da cebola em um mercado cada vez mais competitivo.

Palavras-chave : Allium cepa L.; produção de mudas; bandejas de poliestireno expandido; rendimento de bulbos.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons