SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 issue5Isolation and identification of bacteria present in the casing layer utilized to the cultivation of the mushroom Agaricus blazei MurrilMicropropagation of African-Violet (Saintpaulia ionantha Wendl.): effect of Benzylaminopurine on multiplication author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência e Agrotecnologia

Print version ISSN 1413-7054

Abstract

NERY-SILVA, Flávia Andrea; MACHADO, José da Cruz; RESENDE, Mário Lúcio Vilela de  and  LIMA, Luiz Carlos de Oliveira. Metodologia de inoculação de fungos causadores da podridão peduncular em mamão. Ciênc. agrotec. [online]. 2007, vol.31, n.5, pp. 1374-1379. ISSN 1413-7054.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-70542007000500015.

A podridão peduncular, uma das principais doenças associadas à pós-colheita do mamão (Carica papaya L.), tem sido pouco investigada no que se refere a aspectos ecológicos e epidemiológicos nas condições brasileiras. Para que estudos sejam conduzidos nas referidas áreas é necessário que se disponham, a priori, de metodologias adequadas que permitam a reprodução dos sintomas dessa doença em condições de laboratório. No presente trabalho, o objetivo foi estabelecer um método de inoculação de frutos de mamão com o intuito de se reproduzir os sintomas da podridão peduncular, por meio de três procedimentos: 1) corte do pedúnculo seguido por deposição de um disco de micélio do fungo; 2) deposição de suspensão de conídios na região do pedúnculo, seguido por ferimento, e 3) aplicação de suspensão de conídios na região peduncular sem ferimento. Foram utilizados os fungos: Phoma caricae-papayae, Colletotrichum gloeosporioides, Botryodiplodia theobromae e Fusarium solani, sendo os frutos inoculados, submetidos a temperaturas de 20 e 25ºC. Os resultados indicaram que não houve efeito das temperaturas testadas no desenvolvimento dos fungos, nos diferentes métodos de inoculação. A maior severidade da podridão peduncular (notas de 1 a 5) foi observada em frutos inoculados pelo método de injeção no pedúnculo, independente do patógeno utilizado. Os fungos C. gloeosporioides e P. caricae-papayae foram os que apresentaram as maiores médias de severidade da doença seguido por B. theobromae e F. solani.

Keywords : Carica papaya; pós-colheita; podridão peduncular; Colletotrichum gloeosporioides; Phoma caricae-papayae; Botryodiplodia theobromae e Fusarium solani.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese