SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 issue5Main difficulties found by certifiers of bovine traceabilitySelection of resistant watermelon lines to Watermelon mosaic virus and Papaya ringspot virus author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência e Agrotecnologia

Print version ISSN 1413-7054

Abstract

ZARATE, Néstor Antonio Heredia et al. Produção do taro 'Chinês', em cultivo solteiro e consorciado com chicória. Ciênc. agrotec. [online]. 2007, vol.31, n.5, pp. 1558-1562. ISSN 1413-7054.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-70542007000500043.

Objetiva-se com este trabalho avaliar a produtividade e a renda bruta do taro 'Chinês', conduzido em cultivo solteiro ou consorciado com chicória 'Escarola Lisa', nas condições ambientes de Dourados-MS. Os tratamentos foram arranjados no delineamento experimental de blocos casualizados, com cinco repetições. A colheita da chicória foi aos 97 dias após a semeadura e a do taro aos 203 dias. O consórcio foi avaliado pela razão de área equivalente (RAE) e sua validação pela renda bruta. As plantas de taro e de chicória foram influenciadas significativamente pela consorciação, exceto para altura das plantas de chicória que foram semelhantes. O cultivo solteiro proporcionou maiores produções de taro (9,90; 3,96; 10,42 e 9,03 t ha-1 de folhas, rizomas-mãe, rizomas-filho comerciais e rizomas-filho não comerciais, respectivamente) e diâmetro (19,22 cm) e número (50,69 mil ha-1) de cabeças comerciais de chicória. A RAE para o consórcio taro-chicória foi de 0,92 e, por isso, o consórcio foi considerado como não efetivo.

Keywords : Colocasia esculenta; Cichorium endivia; associação de culturas; renda.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese