SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue1Crude protein and metabolizável energy levels for eggy-type pullets from 1 to 18 weeks of ageSuperficial temperature and index of tolerance to the heat of goat of different genetic groups in semi-arid author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência e Agrotecnologia

Print version ISSN 1413-7054

Abstract

FORTES, Caio Augustus et al. Níveis de silicato de cálcio e magnésio na produção das gramídeas Marandu e Tanzânia cultivadas em um Neossolo Quartzarênico. Ciênc. agrotec. [online]. 2008, vol.32, n.1, pp. 267-274. ISSN 1413-7054.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-70542008000100038.

O estudo foi conduzido em casa-de-vegetação do Departamento de Ciência do Solo da Universidade Federal de Lavras, Lavras-MG, com o objetivo de avaliar o efeito da correção da acidez do solo, por meio da aplicação de níveis de silicato de Ca e Mg, na produção das gramíneas Brachiaria brizantha cv. Marandu e Panicum maximum cv. Tanzânia-1 cultivadas em solo Neossolo Quartzarênico ortic. O delineamento experimental utilizado foi blocos ao acaso, em esquema fatorial 2 x 5 com quatro repetições, sendo duas forrageiras e cinco níveis de saturação por bases (V% original, 40, 60, 80 e 100%). Cada unidade experimental correspondeu a um vaso sem furos, com capacidade para 4,0 dm3 de solo, totalizando 40 vasos. Foram avaliadas as produções de MS por corte (PMS) e total (PTMS), a altura e o número de perfilhos. Não houve variação entre as gramíneas em altura de perfilhos. O Tanzânia foi superior ao Marandu em PMS e número de perfilhos. Houve aumento linear na PMS, PTMS e altura de perfilhos. Conclui-se que ambas as gramíneas responderam de forma positiva à elevação dos níveis de V%, em PMS, até 54,8%. O Tanzânia produziu mais MS em relação ao Marandu.

Keywords : Brachiaria brizantha; Escória de siderurgia; Panicum maximum; saturação por bases.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese